Sexta, 28 Jul 2017
You are here:

Menu Principal

Curiosidades

Viagens Diversas

Usuários On Line

Nós temos 17 visitantes online

Estatisticas de Acesso

Visualizações de Conteúdo : 89448

Cadastro de Usuários



Administrar Site

Exposição Internacional
Un proyecto de arte público y de intervención urbana. PDF Imprimir E-mail

A artista Gleide Ines participou deste evento realizado na edição de 2010.
Veja o Video
----------------------------------------

----------------------------------------

Desde Paso de los Libres, la artista plástica Cristina del Castillo, proyectó a partir del año 2004, la creación de Murales de características muy particulares, arte público y participativo, sin restricciones...

Invitó a los artistas del mundo a enviar una placa de cerámica hecha a mano con tema libre, sin discriminación, sin costo alguno.

Respondiendo a la convocatoria , 1500 artistas de Argentina y del extranjero realizaron su obra para proyecto de arte colectivo, “Placas de Artistas”.
En este mural, lo individual pasa a formar parte de un todo adquiriendo un nuevo significado.

Fueron ubicadas en varios lugares de la ciudad de Paso de los Libres, provincia de Corrientes, Argentina. Entres las tres ediciones, en el año 2004, 2007 y 2009, han donado su obra 1500 artistas de 37 países.
Los países participantes a través de sus representantes-artistas, muestrean con Placas de Artistas , la caída de barreras, corroborando la voluntad participativa de un mundo con ansias de igualdad de oportunidades y fundamentalmente de paz.

Fonte: http://www.placasdeartistas.com.ar/Spanish/index2.htm

 
Gleide Inês expõe na França em 2005 PDF Imprimir E-mail

 

 

 

 

 

 

 

 

 
Gleide Expõe na França PDF Imprimir E-mail

Os Ipês

As árvores “ ipês ” sempre exerceram um grande fascínio sobre mim, e quando encontro uma árvore de ipê, seja na cidade, seja no horizonte, fico impressionada com sua esplêndida e exótica beleza, e penso na grande realização e na perfeição da natureza que somente ele: “Deus” poderia realizar.

O “ ipê ” como tema, foi escolhido por ser uma árvore nativa em nosso Estado, e pelas cores fortes e virtuosas, muito presente em nossa cidade.

Para desenvolver este tema, servi-me de diversos recursos de imagens, principalmente de fotografias, lembrando que Coubert, assim como: Degas e Toulouse Lautrec, também utilizaram largamente de material fotográfico para executarem suas pinturas.

É importante citar ainda, que a florada de ipês, fascina cada cidadão sensível a sua beleza, fazendo parte de nossa região, por esse motivo tentei passar um pouco dessa magia para a tela.

TEMA: FLORADA DE IPÊS

O tema ipê ”: primeiramente quero registrar a grande admiração e carinho pelo tema paisagem, principalmente pelos ipês . Há algum tempo venho catalogando as mais diferentes imagens desta frondosa árvore para um estudo que somente agora floresceu em minhas telas.

O ipê , (tabebuia), árvore encontrada em todo território nacional, também nativa do Estado de Mato Grosso do Sul, pode ser encontrado em 3 cores: branco (mais raro), amarelo e roxo. É uma das árvores mais exuberante de nossa região, plantada em grande número em nossa cidade, chegando a medir de 15 a 20m de altura, e seu tronco de 40 a 80 cm de diâmetro.

Sua madeira é pesada, dura e de grande durabilidade, é ótima para usos externos como: vigas de ponte, postes, moirões, confecção de artefatos torneados, bengalas, carrocerias, tonéis, etc.

Esta árvore também é extremamente ornamental, constituindo seu florescimento num belo espetáculo da natureza, suas flores são nascidas em cachos depois de todas as folhas caírem; sua florada é anual começando no final de julho, prolongando até setembro, sendo por isso escolhida como “ árvore símbolo do país”, através de decreto federal.

O ipê roxo, também tem seu uso utilizado em caráter medicinal pela população, sua casca é utilizada como chá para cura de doenças inflamatórias em geral. Dizem os antigos que ela é até capaz de curar “câncer”.

Gleide Inês

 
Exposições na Argentina PDF Imprimir E-mail